terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Cara ou coroa? Votação 2018 às cegas


   



 "Cara ou coroa", jogar uma moeda para cima e ver o resultado , uma forma antiga de escolher a sua sorte ou a de terceiros. Talvez seja a maneira que iremos escolher os nossos governantes daqui para frente, pois a dificuldade de  saber o que na verdade   se esconde por trás das promessas de campanha é algo angustiante. "Os bons não vem com estrelas na  testa"( ditado popular).
   Como professor e  cristão tenho o desafio de influenciar para que as pessoas pensem antes de votar, isso seria fácil se a sociedade brasileira não estivesse   culturalmente submissa a cultura politica tradicional do país.
   Essa cultura social,educacional  e moral de colocar  pessoas  como nossos dirigentes   estatais , que  foram julgadas e condenadas por  crimes de corrupção e outros mais, é algo  inadmissível. Mas é isso que acontece no nosso país, alguém que não deveria ser eleito, acaba vencendo com apoio popular , e os vencedores dizem:" O povo me elegeu , essa é a vontade de Deus, "pois a voz do povo é a voz  de Deus!", Grande mentira! 
     Deus não assume responsabilidades que são nossas, o nosso papel é pensar o país de forma equilibrada , justa e honesta .   Com base nesses conceitos poderemos  fazer as nossas escolhas!
...mas com a escassez  de opções possivelmente usaremos o "Cara ou Coroa".





            Gilberto Penha de Andrade

  Professor de Séries Iniciais no Município de Coronel  Fabriciano  Graduado em Pedagogia e especialista em Desenvolvimento Humano e  Gestão de políticas  publica

                                                   Currículo Lattes

                                     


quarta-feira, 14 de junho de 2017

Tecnology and Dylexia



A presente pesquisa teve como essencial preocupação identificar como as Tecnologias da Informação e da Comunicação - TIC podem contribuir de maneira construtiva no ensino e aprendizagem dos alunos com dislexia. 
Também teve por objetivo contribuir para uma nova prática educativa feita pelos docentes envolvidos em processos que exigem uma pedagogia diferenciada no trabalho com alunos disléxicos. A investigação partiu do estudo sobre as características inerentes aos portadores de dislexia. Investigou-se também a informação pertinente e atualizada sobre as TIC’s e a inclusão de crianças disléxicas de modo a conhecer melhor a sensibilidade dos docentes na utilização das TIC em contextos de aprendizagem. Metodologicamente foi desenvolvida uma entrevista semiestruturada tendo os resultados auferidos sido alvo de tratamento e análise. Perante os resultados obtidos é possível concluir que o aluno com dislexia em um contexto educacional inclusivo pode se desenvolver e interagir de maneira promissora, principalmente quando esse processo de inclusão se concebe em um Laboratório de Informática. As TIC’s possibilitam que alunos com essa deficiência intelectual possam fazer uma grande diferença na escola, quando existe uma interação professor-aluno que construa novas possibilidades para o seu aprendizado.

The present research had as main concern to identify how Information and Communication Technologies - ICT can contribute in a constructive way in the teaching and learning of students with dyslexia. It also aimed to contribute to a new educational practice made by teachers involved in processes that require a differentiated pedagogy in the work with dyslexic students. The research was based on the study of the characteristics inherent to dyslexia patients. Relevant and up-to-date information on ICTs and the inclusion of dyslexic children were also investigated in order to gain a better understanding of the sensitivity of teachers to the use of ICT in learning contexts. Methodologically, a semi-structured interview was developed and the results obtained were the subject of treatment and analysis. Given the results obtained it is possible to conclude that the student with dyslexia in an inclusive educational context can develop and interact in a promising way, especially when this process of inclusion is conceived in a Computer Laboratory. ICTs allow students with this intellectual disability to make a big difference in school, when there is a teacher-student interaction that builds new possibilities for their learning.

Clik in the link e make the download of the article:



Cara ou coroa? Votação 2018 às cegas

     "Cara ou coroa", jogar uma moeda para cima e ver o resultado , uma forma antiga de escolher a sua sorte ou a de...